Uma vida saudável evita 30% dos casos de câncer de mama

Outubro Rosa
01/10/2020

Uma vida saudável evita 30% dos casos de câncer de mama

Outubro é o mês de prevenção contra o câncer para as mulheres. A Galzerano apoia e participa do Outubro Rosa, um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. É hora de compartilhar informações e promover acesso aos serviços de diagnóstico.

Você sabia que, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis?

O câncer de mama não tem só uma causa, mas vários fatores de risco podem facilitar o aparencimento da doença em mulheres com mais de 50 anos, como obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo e inatividade física, consumo de bebida alcoólica, entre outros aspectos hormonais e hereditários.

Por isso, ações saudáveis são essenciais na prevenção contra este tipo de câncer. Anote:

– Pratique atividade física

– Alimente-se de forma saudável

– Mantenha o peso corporal adequado

– Evite o consumo de bebidas alcoólicas

– Amamente

– Evite uso de hormônios sintéticos (anticoncepcionais) e terapias de reposição hormonal

Importante: existe tratamento para o câncer de mama, que é o mais comum entre as mulheres (são 22% dos casos novos a cada ano). A estimativa para este ano é de 66.280 casos. E se o diagnóstico e o tratamento vierem cedo, as chances de cura são boas.

O câncer de mama é causado pela multiplicação desordenada de células da mama. Células anormais se multiplicam e formam um tumor. Cada diagnóstico é único.

Sinais e o autoexame

O câncer de mama pode ser percebido por meio de sinais e sintomas, como nódulo (caroço), fixo e geralmente sem dor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço

É por meio do autoexame que a mulher conhece e tem percepções sobre alterações nas mamas. O auto-exame deve ser realizado mensalmente pelas mulheres a partir de 21 anos, 7 dias depois do inicio da menstruação. Quem não tem menstruação (menopausa) elege um dia no mês para realizar.

Como fazer?

– Em pé na frente do espelho, levante o braço, observar alterações de contorno, retrações ou lesões nos mamilos, depressões ou saliência e rugosidade
– Apalpe também a axila, pescoço e aperte o mamilo
– Deitada, coloque um travesseiro embaixo do ombro esquerdo e, com a mão direita, apalpe a mama esquerda. Faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com as pontas dos dedos toda a mama

O Ministério da Saúde recomenda que a mamografia seja ofertada para mulheres entre 50 e 69 anos, a cada dois anos. Trata-se de uma radiografia das mamas feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar alterações suspeitas.

Lembre-se: quando a doença é diagnosticada no início, o tratamento tem maior potencial curativo. Então, é hora de se cuidar!