Ser entendido nos faz sentir bem

Libras
07/07/2020

Ser entendido nos faz sentir bem

 

Ser entendido nos faz sentir bem. Por isso, ter intérpretes em nosso local de trabalho dá segurança e inclusão aos colaboradores que, por algum motivo, não conseguem se expressar em palavras.

Nossos colaboradores Zildete Quesada, Cícero Félix da Silva, Jacira da Silva Souza, Tereza Ramalho de Souza, Rodney Amancio da Silva e José Ednaldo de Barros são portadores de deficiência auditiva e integram nosso quadro nas áreas de tapeçaria, pintura e montagem. Eles contam com a ajuda de dois colegas para interagir com os demais e trabalhar integrados ao grupo. Quem faz a tradução é Irene Castilho e José Carlos Júnior. Eles começaram a aprender libras, a linguagem dos sinais, para ajudar a incluir os colegas no dia a dia.

Irene começou a aprender na igreja e aprimorou. Ela ajuda, explica e ensina os nossos colegas especiais sobre o que precisa ser feito no trabalho. José Carlos traduz as mensagens de segunda-feira pela manhã, na leitura antes do início dos trabalhos. São eles que facilitam o entendimento dos colegas em treinamentos, palestras e recados.

No vídeo deste post, vemos Irene, Zildete, Cícero e José Carlos conversando em libras. É difícil para quem não sabe a linguagem de sinais entender o que eles estão falando, não é? Da mesma forma, quem tem a deficiência auditiva sente a mesma dificuldade quando observam as pessoas falando. Tentar se fazer entender para conviver de forma amistosa e inclusiva é mais um valor que temos na empresa.