Desfio aos pais na pandemia

03/12/2020

Desfio aos pais na pandemia

2020 foi um ano diferente e exigiu esforço para adaptação às mudanças em nossas vidas profissionais e pessoais. Nossos colaboradores contam a experiência que tiveram com as crianças em casa nesse período de pandemia.

Fabiane Pereira dos Reis, mãe da Rafaela, de 8 anos.
No começo, teve dificuldades para acompanhar as aulas online que a filha fazia das 13h às 16h, justamente seu período de trabalho. “Era uma luta, minha mãe não conseguia acompanhar, por dois meses eu chegava do trabalho e acompanhava as aulas com a minha filha à noite”.

Tudo foi adaptação. Rafaela gosta de ficar na casa da avó, que foi aparelhada com a internet necessária para ela assistir as aulas.
Agora, o desafio é outro. “Sempre lutamos para que ela mantenha a atenção e a concentração.
Precisamos ajudá-la a lembrar das obrigações”, disse.

Desafio semelhante encontrou Júlio César Rodrigues, pai do Nicolas, de 7 anos.
Desde o início, o Sesi disponibilizou material no site e os pais é que tinham de baixá-lo e passar aos filhos.
Após 2 meses, começaram as aulas online e é a esposa que faz o acompanhamento.
“A criançada quer mais brincar do que estudar, por isso, temos que estar presentes”, conta.

Júlio relata mudanças positivas em toda a adaptação. Pelo WhatsApp, os pais trocam ideias sobre como entender e estimular os filhos neste período diferente.
E, sem poder sair muito de casa, pais e filhos ficaram mais tempo juntos.
“Hoje brinco mais com meu filho, dou mais atenção. A gente valoriza mais estes momentos”, completa.
E são esses detalhes que importam!