Brincadeiras que unem pais e filhos

25/01/2021

Brincadeiras que unem pais e filhos

No ano que passou, ficamos mais tempo em casa junto com a família. Foi uma oportunidade de convivência diária mais próxima, de valorização de momentos e, também, de curtir mais os filhos pequenos. E como fazer para mantê-los longe dos aparelhos eletrônicos, com brincadeiras mais saudáveis?
Ronilson Aparecido Firmino, nosso colega do setor de estamparia que está há 18 anos na empresa, é pai da Rayane, de 10 anos. Ele conta que a garota brinca com o celular numa parte do dia, mas, em outro momento, tem uma preferência: desenhar e pintar. Sempre quando chega em casa, Ronilson participa, também, da brincadeira junto com a esposa Andreza.

Além do desenho e da pintura, Ronilson estimula a filha em brincadeiras clássicas, como o esconde-esconde e o pega-pega. “Passamos o aprendizados que tivemos a ela. E isso combate o sedentarismo, deixa ela em movimento. E sempre incentivamos a brincar com os amigos, pois é importante para a socialização”.

Marcelo Silva de Lima, colega de estamparia há 17 anos na empresa, é pai da Emanuela, de 11 anos, e do Samuel, de 8. Ela gosta de patins, ele é fã de bicicleta. Em casa, ele acompanha os filhos nas brincadeiras longe dos aparelhos eletrônicos. “Vejo nessas brincadeiras a importância da saúde emocional e física dos meus filhos”, diz ele, que também incentiva, junto com a esposa Rose, a brincadeira com os amigos. Muito melhor do que celular e tablets, não?